18 de maio de 2005

Morreu o único dos privados

JNPDI! soube hoje que chegou ao fim o único festival de jazz patrocinado por privados.

O Galp Jazz já não terá lugar neste ano em que se completavam 15 edições, depois de ter estado seriamente ameaçado de extinção em 2004, ano em que viria a apresentar um dos melhores concertos de sempre, com Mulgrew Miller e Steve Nelson.

Este é um mau prenúncio porque marca não só o fim de um importnte festival, mas também o afastamento do jazz por parte de um grande mecenas. E tudo isto num Estado que cada vez remete mais para a iniciativa privada as intervenções na cultura ou mesmo na saúde e no social.

E se é verdade que o jazz não proporciona grandes audiências (mas também a música erudita e a dança o não fazem e ainda assim são patrocinados), também é verdade que a Galp nunca soube ao longo destes 15 anos o que fazer com este festival. Referimo-nos à rentabilização do patrocínio, onde faltou imaginação e faltaram, sobretudo, um plano e uma estratégia de comunicação e marketing de base. Quer isto dizer que na prática a empresa não assumiu verdadeiramente este evento, talvez por não conseguir identificar o perfil do respectivo público, algo em que os produtores de jazz terão de trabalhar daqui para a frente, isto se quiserem realmente captar mecenas privados.

Mas, para tal o jazz precisa de união entre os seus diferentes promotores (músicos, produtores, críticos, etc), precisa de marketing e de uma pauta comum para o diálogo com potenciais patrocinadores.

Enquanto continuar a ser uma quinta das celebridades o pasto irá rareando... e as vacas do rock serão sempre mais gordas, mesmo que o leite que dão seja de pior qualidade.

2 Comments:

At quinta mai 19, 11:07:00 da manhã 2005, Anonymous maria viana said...

estou mesmo indignada com o desaparecimento do Galp Jazz - e dava para apostar que vão investir o dinheiro em "espéctaculos para as massas!"
Vivemos um tempo pimba!
Se antes do 25 o poder estava nas mãos de uns poucos sem gosto , depois do 25 o poder está nas mãos de muitos - e continuam sem gosto ( cultural)
Apetece-me lançar a ideia de um abaixo assinado a apresentar à direção da galp
quem alinha?
um abraço e até Jazz
Maria Viana

 
At quinta mai 19, 06:28:00 da tarde 2005, Anonymous João (BlogMaster) said...

Eu alinho!

 

Enviar um comentário

<< Home


Site Meter Powered by Blogger